MDF Ultra Premium: muito mais resistência à umidade

Sucesso de mercado, o MDF Ultra ganha agora uma nova versão, com resistência muito maior à umidade

Ultra Premium

Nada pior do que ver um móvel projetado e produzido com profissionalismo e cuidado ser danificado pela umidade. E isso pode acontecer em vários ambientes, como cozinhas, banheiros e lavanderias, assim como em casas de praia e serra, regiões com muita umidade relativa do ar.

Para projetos em ambientes sujeitos à umidade, a Duratex está apresentando ao mercado um produto exclusivo: o MDF Ultra Premium. O lançamento é uma inovação sem igual no segmento de MDF resistente à umidade – tem a qualidade já comprovada do MDF Ultra, mas ganhou uma tecnologia superior.

MDF Ultra Premium pode ser utilizado com segurança em móveis e revestimentos sujeitos à ação de vapor d’água, garantindo maior durabilidade a todos os tipos de projetos. Além disso, o lançamento oferece vantagens importantes – confira as cinco principais.

1

Mas como não é só de funcionalidade e durabilidade que os projetos das áreas úmidas são feitos, o MDF Ultra Premium chega com sete padrões diferentes de acabamento, além da versão sem revestimento.

Com tantas opções de padrões, que podem inclusive ser combinados entre si, e o diferencial da maior resistência à umidade, o MDF Ultra Premium é uma ótima opção para a marcenaria, destacando-se como um produto inovador, que agrega ainda mais valor aos projetos criados para áreas sujeitas à umidade.

BP_Ultra_Prisma_ Larnaca_Trama_Titanio_Ago_17

Cozinha com a combinação de dois padrões, Titânio e Larnaca, da linha Ultra Premium

MDF Ultra Premium teve sua resistência à umidade analisada em testes realizados em laboratório. Assista ao vídeo abaixo e comprove.

2


Para obter mais informações sobre o produto, como padrões, espessuras disponíveis e certificações, clique aqui.

Portfólio de arquitetura: lavanderia em destaque

Em mostra de decoração, arquitetas comprovam que é possível criar uma área de serviço em que a funcionalidade anda de braços dados com a beleza

03Area de servico

Neste ambiente foram combinados três painéis em MDF da Duratex: Itapuã, linha Essencial Wood, o Carbono, da linha Trama, e o Branco Diamante, da linha Cristallo

A época em que as áreas sujeitas à umidade da casa eram “renegadas” na decoração ficou para trás. Hoje, esses ambientes – lavanderias, banheiros e lavabos – são tão importantes na decoração quanto os demais. Isso sem falar nas cozinhas, que acabaram por se tornar, em muitos casos, o centro da casa.

Tal mudança vem levando arquitetos e designers a criar projetos cada vez mais inovadores para as áreas úmidas, enfrentando o desafio de unir funcionalidade e praticidade a beleza e conforto. E para confirmar que é possível conseguir isso, as arquitetas Cristiani Mörschbächer e Karina Vescovi Lopes mostraram, na CasaCor Rio Grande do Sul, o ambiente Área de Serviço, projetado com um design inovador, que destaca os painéis de madeira utilizados.

05Area de servico

A leveza do padrão Itapuã se harmonizou perfeitamente ao sóbrio Carbono

Em apenas 12 m² a dupla de profissionais apostou em linhas retas e tons de cinza e branco para criar uma sensação de amplitude. Essas cores foram combinadas a elementos em MDF e pedra natural, além de detalhes em preto e chumbo – tudo mantendo o ambiente clean e moderno.

“O uso da madeira em áreas úmidas vem ganhando muito destaque na decoração desses ambientes. Utilizamos a madeira em quase todos os projetos de cozinha, áreas de serviços e lavabos, pois ela nos dá a possibilidade de criar com mais segurança”,  afirma Cristiani. E ela complementa: “O branco ainda é solicitado pelos clientes, mas deixou de ser a cor preferida para esses ambientes. Agora, os tons de madeira vêm predominando por inovar os ambientes”.

02Area de servico

Com os painéis da Duratex, as arquitetas criaram uma parede com ripas e nichos, que foram decorados com terrários

Para o projeto da Casa Cor RS, as arquitetas usaram painéis de MDF para revestir paredes e o teto, agregando muito requinte à área de serviço. Cristiani explica a opção: “Revestir as paredes tem sido uma alternativa que arquitetos ao redor do mundo vêm utilizando para obter mais conforto acústico e térmico. Em geral, a madeira proporciona uma estética mais agradável em qualquer decoração”.

Além disso, as arquitetas utilizaram o MDF do teto como nichos onde foram instaladas lâmpadas, uma alternativa interessante para criar luminosidade em pontos estratégicos do espaço. “Sempre que temos marcenaria em nossos projetos, utilizamos os produtos da Duratex, por se tratarem de materiais de alta qualidade e que temos muita confiança, sem contar que eles nos permitem usar a criatividade sem limites. Com os painéis da Duratex temos a garantia de um projeto lindo e cheio de benefícios aos clientes”, conclui Cristiani.

08Area de servico

O exclusivo acabamento em alto brilho do Branco Diamante da linha Cristallo contribui para aumentar a sensação de amplitude e de limpeza do ambiente


cristiani-mocc88rschbacc88cher-e-karina-vescovi-lopes_c2a92017_vinidallarosa_alta-8630

Cristiani Mörschbächer e Karina Vescovi Lopes se formaram juntas em Arquitetura e Urbanismo e são sócias no escritório A4 Arquitetura & Design, de Porto Alegre (RS).

Use a tecnologia para agregar valor aos móveis

Cada vez mais presente no dia a dia, a tecnologia também começa a ser incorporada ao mobiliário.

ikea_wireless_charge

Mesa de cabeceira da Ikea que tem um carregador sem fio embutido (Divulgação)

A tecnologia chegou aos móveis e pode até parecer coisa de filme de ficção científica, mas não é. No mercado global, a integração de recursos tecnológicos ao mobiliário vem se destacando e fazendo com que os móveis ganhem novas e surpreendentes funcionalidades.

Atualmente, já é possível encontrar projetos de cozinha, banheiro, salas, quartos e escritórios que permitem a integração de sistemas variados, como o acesso à internet e até recursos de áudio e entretenimento. E se antes a tecnologia incorporada aos móveis era restrita a um nicho de luxo, agora ela começa a se popularizar. Um indicador disso é uma linha da Ikea, gigante internacional do setor de móveis acessíveis, que carrega smartphones e tablets por wireless – ou seja, usando a tecnologia sem fio.

As possibilidades são infinitas nesse segmento e incluem até ideias curiosas, como cadeiras que prometem fortalecer músculos e queimar calorias. Para você que não quer ficar de fora dessa tendência, mas que acredita que tais inovações estão um pouco distantes de sua realidade, saiba que é possível incorporar algumas tecnologias de forma simples e ganhar um diferencial que pode fascinar e conquistar os clientes.

Que tal uma mesa de cabeceira que toca música?

img-icones2

Mesa de cabeceira em MaDeFibra BP Duratex, com elegante combinação do padrão Portofino, da linha Trama, com o Branco Diamante, da linha Cristallo

Nem todo mundo sabe, mas não é difícil integrar um sistema de áudio em móveis, eliminando a necessidade de ter aparelhos de som e outros componentes de forma aparente no ambiente, o que deve agradar aqueles que gostam de espaços minimalistas. Já existe no mercado um kit composto por receptor Bluetooth e alto-falante integrado que, instalado dentro de um recipiente compacto, faz com que diferentes superfícies, como painéis de madeira, vibrem. Assim, o móvel se transforma em um alto-falante, dispensando o uso de caixas de som externas – uma ótima ideia para cabeceiras de camas ou móveis de sala.

Deixe o celular sobre a mesa para carregá-lo

img-icones

Escritório com móveis em MaDeFibra BP Duratex, nos padrões Larnaca, da linha Cristallo, e Gianduia, da linha Trama

E se você tem um projeto de home office ou mesmo de um ambiente comercial em vista, que tal oferecer o carregamento sem fio para sofisticar seu projeto? Ele funciona através da transferência de energia que usa um campo eletromagnético. Ao entrar em contato com o aparelho, um fio enrolado magneticamente dentro da estação induz uma corrente para uma bobina do dispositivo, usada para carregar sua própria bateria. Você pode conquistar seu cliente com esta ideia, que tem algo de revolucionário e que acaba com a bagunça de cabos, tornando o ambiente mais agradável e organizado.

Os chamados móveis inteligentes trazem inovações que estão chegando para ficar. Aliando esses novos recursos a materiais de qualidade assegurada e que tenham certificação ambiental, você pode ter a certeza de que está produzindo não apenas móveis, e sim soluções para tornar a vida das pessoas mais simples e muito melhor.


Fontes: Revista ZapImoveis e sites B9, Casa Abril e Habitus Brasil

Organização ajuda na produtividade e nas vendas

Siga nossas dicas e se surpreenda com os resultados.

1

Você sabia que o controle do estoque e a organização da marcenaria melhoram a produtividade e podem até impactar o sucesso das vendas? Saber o que você tem disponível no estoque faz diferença no momento de fechar um orçamento e combinar o prazo de entrega, e é certo que a execução dos serviços fica mais fácil se os materiais e equipamentos estão facilmente acessíveis.

Veja a seguir dicas simples para a organização da sua marcenaria que podem tornam o seu dia a dia mais eficiente.

Dica #1 – Atenção ao layout

Carpenters Working On Machines In Busy Woodworking Workshop

Pensar no layout da marcenaria e reformulá-lo, se necessário, pode trazer ganhos. Isso porque uma boa disposição dos equipamentos facilita o fluxo de produção e aumenta a produtividade. Lembre-se de que as ferramentas têm que estar sempre à mão. Considere também a quantidade de profissionais em sua marcenaria, todos têm que ter um espaço funcional para trabalhar.

Dica #2 – Controle de estoque

old joinery no people

Manter estoque significa dinheiro que já foi investido e que precisa ser bem gerenciado. O estoque de sua marcenaria deve ter de 70% a 80% de itens usados na maioria dos móveis (como cavilhas, corrediças, dobradiças, parafusos do tipo estrutural etc.), o que evita atrasos nas entregas e garante o orçamento inicial. Atenção: matéria-prima acumulada por mais de 30 dias pode afetar as finanças do seu negócio.

Dica #3 – Quando menos é mais

2

Todos sabem que os painéis de madeira são a principal matéria-prima da marcenaria e é preciso muito cuidado no armazenamento desses produtos. A armazenagem de painéis de MDF e MDP só vale a pena se eles têm giro rápido. Além disso, devem ser armazenados sempre alinhados, para evitar empenamento. Caso estejam em pallet sobre pallet, assegure-se de que os calços estejam perfeitamente alinhados.

Dica #4 – Manutenção em dia

Professionally dressed carpenter varnishing board

Equipamentos quebrados representam produção parada – por isso, invista na manutenção periódica. Manter os equipamentos em perfeito estado de funcionamento não é difícil. Fazer a limpeza diária (retirando resíduos) e as manutenções indicadas no manual do fabricante já são suficientes para o bom rendimento e eficiência e garantem maior produtividade, segurança e qualidade dos serviços.

Dica #5 – Use a tecnologia a seu favor

Man measuring a wooden plank

A tecnologia pode ser utilizada para melhorar qualquer processo, bem como para aumentar a produtividade das empresas. E a marcenaria não está fora dessa realidade, pois o  mercado oferece diversas facilidades que contribuem para a eficiência do trabalho do marceneiro. Serras modernas, projetadas para aproveitar melhor a matéria-prima e reduzir o descarte por cortes errados, e softwares que facilitam a realização de orçamentos de projetos são exemplos de avanços tecnológicos que podem trazer ganhos importantes para seus negócios.


Fontes: Habitus Brasil e Mill Indústria

Escolha a serra adequada para sua marcenaria

Confira nossas dicas e faça o melhor uso desta ferramenta de trabalho tão importante

7

Existe uma serra para cada tipo de material e de corte, assim como um tempo certo para trocá-la. Ignorar isso leva a um trabalho mal-acabado e, em vez de economia, gastos desnecessários. Você será obrigado a fazer um retrabalho, perdendo tempo e dinheiro.

Veja a seguir como obter o melhor desempenho da serra circular e otimizar as operações de corte na sua marcenaria.

Dica #1 – Dentes da serra

Para trabalhar com o MDF de Eucalipto da Duratex, material mais robusto e resistente, é indicado para o disco de serra o uso de dentes do tipo reto-trapezoidal e alternados. O diâmetro dos discos depende do tamanho do equipamento, sendo mais usual aqueles com diâmetro de 250 milímetros e 72 dentes, ou 300 milímetros e 96 dentes, que produzem cortes mais precisos.

Dica #2 – Altura certa

A altura da serra também é importante. Para o MDF de Eucalipto, ela deve estar a uma altura entre 10 e 15 milímetros acima do painel que está sendo cortado, o que proporciona a saída normal dos cavacos e evita a vibração do disco, conferindo melhor qualidade ao corte.

Dica #3 – Cuidando da serra

A camada de verniz que envolve a serra precisa ser removida periodicamente com thinner. Sem este cuidado, a ferramenta corre o risco de queimar ou trincar com o uso. Já as serras revestidas de teflon dispensam este cuidado e, justamente por isso, acabam tenho uma vida útil mais longa.

Dica #4 – Xô vibração!

Ao colocar a serra no eixo, não calce o disco pelo dente para apertar a porca, pois ela pode vibrar. A serra também vai vibrar e pode lascar a madeira se a bucha de redução tiver folga. Por último, verifique se a flange, o anel que segura o disco no eixo, ocupa 1/3 do raio do disco, para que a serra fique perfeitamente ajustada e não vibre.

Dica #5 – Atenção à serra e ao operador

Ao final do trabalho, não deixe a serra sobre a bancada de trabalho. Ela deve ser guardada na embalagem de proteção, cuidado indicado para sua conservação. E ainda mais importante que os cuidados com o equipamento são aqueles com o operador. Nunca deixe de usar óculos de proteção e máscara contra poeira ao usar a serra, colocando sempre, em primeiro lugar, a segurança de quem trabalha na marcenaria.

8


Fonte: Portal Moveleiro

MDF de Eucalipto mostra sua força

Marceneiros só têm a ganhar trabalhando com este painel de altíssima qualidade e durabilidade

imagem display - atual2

Não é de hoje que o MDF de Eucalipto tem conquistado adeptos pelas marcenarias do país afora. As características desta chapa tornam-se vantagens importantes na produção de móveis residenciais e comerciais, além de portas convencionais e de correr. O motivo está no tipo de fibra do eucalipto, mais curta que a de outras madeiras, que torna o painel mais compactado e faz a diferença na hora de cortar, usinar e furar. Confira os ganhos em cada etapa.

icon1---trans  Corte

Com fibras mais curtas, o acabamento do corte no MDF de Eucalipto tem menor arrepiamento, facilitando o lixamento e demandando menos tempo na atividade. E economizar tempo é economizar dinheiro, lembre-se.

mdf2

icon2---trans Usinagem e pintura

O MDF de Eucalipto também oferece vantagens nestas operações. Tanto a usinagem quanto a pintura são mais rápidas e fáceis, trazendo ótimo resultado final.

5

icon3---trans  Furação e fixação de parafusos

As fibras do painel produzido com eucalipto, por serem mais compactadas, também permitem fazer furos mais perfeitos e bem definidos, resultando em encaixes mais firmes, melhor montagem de móveis, maior “agarre” dos parafusos e menor incidência de quebras na fixação deles.

mdf1

Renata Braga, gerente de Marketing e Produtos da Duratex, diz que o MDF de Eucalipto é um produto que mostra o compromisso da empresa com os marceneiros: “A Duratex cria produtos que atendem às exigências do mercado e oferecem condições aos marceneiros de realizar um trabalho com um nível superior de qualidade”.

Capa Cartilha MDF Eucalipto DuratexComo parte deste compromisso, a Duratex lançou uma cartilha sobre o MDF de Eucalipto em que explica todas as suas vantagens, traz recomendações sobre uso e também dicas úteis de armazenamento, corte e fresagem, pintura, limpeza e conservação das chapas. A cartilha faz parte de uma campanha que tem como marca registrada os “braços musculosos”, que representam a força que o marceneiro precisa, e que está no MDF de Eucalipto.

Vale a pena conferir esta cartilha, criada especialmente para marceneiros: clique aqui para ler e baixar.

IMG_20170810_135854831


Certificado e produzido a partir de florestas próprias, o MDF de Eucalipto da Duratex está disponível em quatro opções:

  • MDF sem revestimento;
  • MDF Ultra, que possui uma opção com tripla proteção, contra umidade, cupins e bactérias;
  • MDF Revestido, com mais de 70 padrões de cores, desenhos e texturas;
  • MDF Fire, primeiro do mercado brasileiro a evitar e retardar a propagação de chamas.